14.11.08

Más notícias

.
Ainda não foi desta que a economia portuguesa entrou em recessão. Apre!
.

6 comentários:

nanda disse...

Realmente! Que chatisse! As páginas de jornais que perdemos! O nosso prazer da má língua só pode dizer que estagnámos. Que bom que era podermos dizer: afundámos!

MFerrer disse...

Mas, pelo sim e pelo não, a chamada comunicacção social calou-se quanto ao apoio explícito que ontem o programa de O. Públicas já recebeu de Bruxelas...
Isto sim é jornalismo sério e independente,
È como diz, pena que ainda não afundámos. Ainda flutuamos!
Isto não há condições!
MFErrer

GL disse...

Dizem: "Portugal não está, mas não escapará à recessão". A tónica é sempre negativa, pessimista.
Isso é pq é um governo de centro-esquerda.
Quando é o PSD que está no poder, o discurso muda.
O PS tem e terá sempre má imprensa. Faça o que fizer.

Eduardo Lapa disse...

Nem que o Cavaco se pronunciou sobre os incidentes da Assembleia Regional da Madeira.
Ver tambem:
Cavaco só aponta o dedo aos miúdos

AChata disse...

A crise é tão grande e amarga que tem que ser servida a colheradas.

Há mais de um ano que se ouve e lê que os EUA podem estar à beira da recessão e ainda há quem tenha dúvidas.
Há menos tempo começamos a ouvir que a UE também estava a ser afectada e começava a estar à beira da recessão mas, a maior parte dos países ainda estão à beira ou estagnados.
Faliu um banco e depois mais outro e logo a seguir mais uns quantos mas vamos injectando biliões e acalmando os depositantes.
A pior crise desde 80, a pior crise deste 30, a pior crise desde ???
Mas, continuamos à beira...
A Alemanha já deu o passo em frente - admitindo a recessão.
Quem se seguirá?
Uma colher de cada vez que o 'produto' é amargo e de consequências nefastas...

jo disse...

Caramba!