17.11.08

Muito perigoso

.
Deve o Estado americano intervir para salvar a General Motors, a Ford e a Chrysler da bancarrota iminente?

A questão não é simples, mas de uma coisa estou certo: se os EUA seguirem esse caminho, todos os países se acharão no direito de intervirem para proteger quaisquer empresas que entendam vitais para as suas respectivas economias.

Não é possível violar desse modo as mais elementares regras da concorrência e continuar a esperar - já não digo exigir - que os outros façam jogo limpo.
.

2 comentários:

AChata disse...

" os países se acharão no direito de intervirem para proteger quaisquer empresas que entendam vitais para as suas respectivas economias"

Quais empresas?
As que se mudaram para a China e India?

Até os taxis ingleses já estão a ser feitos na China.
A Microsoft já considera que os engenheiros saídos das universidades chinesas para os seus seis centros na China são melhores do que os chineses que tiveram formação nos EUA.

Reparou quem estava na 1º linha da fotografia de grupo do G20, ao lado de Bush?

Regras de concorrência????
Quais regras?
Qual concorrência?

GL disse...

Será meio caminho andado para a volta dos proteccionismos e controlo de preços.
- -
Um duro golpe na globalização.