22.12.08

Pensar o impensável

.
Os bancos comerciais não transferem para as PMEs o financiamento que recebem do Banco Central Europeu? António Amaro de Matos, de longe o melhor gestor português que conheci, propõe o seguinte no Público de hoje (link não disponível):
"Talvez, por exemplo, impor que, no final do primeiro e segundo trimestre do próximo ano, o crédito a pequenas e médias empresas atinja, para cada banco, respectivamente, 20 por cento e 40 por cento acima do que figura nos balanços de Dezembro deste ano. Mantendo-se daí em diante. E que, não cumprindo, os bancos tivessem de depositar no BP o montante em falta para atingir aquele objectivo. Remunerado à taxa zero por cento. Podendo ser repassado a outros que o quisessem aplicar em PME."
.

1 comentário:

GL disse...

Quem tem conta por exemplo no Barclays e no BCP já pôde ter uma visão do que vai acontecer nos próximos anos com a banca Portuguesa.
Basta comparar a diferença de atitude e de tratamento de um e de outro, após o rebentar da crise.
Creio que não é preciso dizer mais nada.
- -
É nestas horas que percebemos para quê servem as crises. DEpois não chorem.